A infecção pelo vírus da dengue pode manifestar-se desde uma doença assintomática até formas mais graves com quadros hemorrágicos de extrema gravidade. A redução de complicações na evolução da doença, e até mesmo da mortalidade, estão diretamente relacionadas ao diagnóstico precoce e ao manejo adequado do doente.

Para consolidar o diagnóstico nos primeiros dias da doença, o Laboratório Dirceu Dalpino dispõem do exame de pesquisa do antígeno NS1 da dengue, que permite a detecção da presença do vírus a partir de 24 horas após o início da febre, normalmente o primeiro sintoma da doença.

Esse exame mantém esta possibilidade de detecção por cerca de 4 dias, com sensibilidade superior a 80 %. Com o surgimento dos anticorpos contra a dengue, geralmente a partir de 5 a 7 dias após o início da febre, os antígenos circulantes são removidos pela ligação com os anticorpos, e a sensibilidade do exame diminui. A partir dessa fase, está indicada a realização da sorologia para dengue IgG e IgM.